Review: Neck Deep – All Distortions Are Intentional

Por Lucas Santos

E apesar do nome com a palavra “distorção” no meio, All Distortions Are Intentional é bem mais voltado ao pop, melódico e experimental.

Lucas Santos

The Night Flight Orchestra – Aeromantic
Blended Brew – Shove It Down
Confess – Burn ‘Em All
H.E.A.T – H.e.a.t II
Dirty Shirley – Dirty Shirley

Gravadora: Hopeless Records
Data de lançamento: 24/07/2020

Gênero: Pop Punk
País: País de Gales

O caminho que o Neck Deep construiu em apenas 8 anos é bem impressionante. Com a formação em 2012 e o boom do segundo álbum Life’s Not Out To Get You (2015) a banda rapidamente se tornou uma das mais influentes e conhecidas em um estilo que não carece de qualidade mas sim exposição. Outro dia estava discutindo com algumas pessoas e vendo alguns vídeos sobre a banda e ficou claro que eles furaram a barreira e alcançaram um público mais fora do nicho inicial.

Por essa busca de um alcance maior de público, a banda mudou um pouco a abordagem criada no já citado Life’s Not Out To Get You e em The Peace And The Panic (2017) – esse, um dos meus álbuns preferidos de Pop Punk da década e que bate de frente com clássicos do estilo – e apesar do nome com a palavra “distorção” no meio, All Distortions Are Intentional é bem mais voltado ao pop, melódico e experimental.

Pesquisando um pouco sobre o álbum, descobri também que à medida que as músicas passam rapidamente por tangentes conceituais, elas contam a história do amor existencial do protagonista Jett, através do mundo de fantasia de Sonderland. Esse é um detalhe que eu não soube quando escutei, portanto explorando ou não a imersão da história, há muito a ganhar. As faixas de abertura Sonderland, Fall, Lowlife, Telling Stories e When You Know abrilhantam o início, oferecendo uma lição de dinâmica, alternando perfeitamente entre explosões de alta potência, mas afinadas, e retendo para permitir que as melodias realmente respirem.

Sentimentos diversos me ocorreram durante todo o processo de All Distortions Are Intentional. A mensagem que o álbum traz são inspiradoras e muito bem conectadas com as experimentações e linhas melódicas propostas. As canções são muito bem escritas e mesmo com uma proposta mais low key tudo ainda soa como um ótimo álbum de Pop Punk. What Took You So Long é uma faixa apaixonante e tem todos os ingredientes misturados de uma forma especial que o Neck Deep montou no álbum.

Honestamente All Distortions Are Intentional foi uma álbum que eu não tive muito apreço no início, mas conforme as audições foram amadurecendo, sempre de forma natural, eu acabei cedendo de uma forma imediata. Um álbum que conversa diretamente com o tempo em que estamos vivendo. Um álbum que mostra o porque do Neck Deep ser a cara do Pop Punk atualmente e porque eles são capazes de conquistar muito mais do que isso.

Nota final: 8,5/10

um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: