Álbuns do Mês: Março

Por The Rock Life

Se o mundo lá fora tá uma merda, bem, para o rock e metal o mundo vai muito bem obrigado. Março foi um mês muito prolífico com muita boa música, do metal mais extremo e experimentão à sonoridade mais clara e setentista.

Tudo isso foi copilado nos nosso álbuns preferidos do terceiro mês do ano. Bem, espero que as coisas lá fora melhores o mais rápido possível e que o mundo do metal e rock n’ roll continuem farto do jeito que março foi. Confira.

CODE ORANGE – UNDERNEATH

Mais longo que o seu antecessor, mais robusto, mais criativo e mais ousado. Se Forever foi um divisor de águas, Underneath é a construção de um império. O Code Orange construiu algo que suga diversos gêneros, como grunge, industrial, death metaldance music intelectual, e assimila todos eles em um fim coeso. O jovem grupo de Pittsburgh está mudando o som de toda uma geração jovem adulta e vai influenciar muita do que está por vir nos próximos anos. Único e essencial.

Confira a resenha completa aqui.

JONATHAN HULTÉN – CHANTS FROM ANOTHER PLACE

Sabe aquela frase: ” Você estava no lugar certo e na hora certa”? Então, esse é o trunfo desse álbum. Com tanta turbulência no planeta, a capacidade de se deitar e esquecer todos os problemas ao nosso redor é um luxo que precisa ser procurado, e Chants From Another Place é a trilha sonora perfeita para essa atividade. Jonathan Hultén se mostra um artista profundo e tocante. Ouça sem distrações e maravilhe-se com sua beleza.

Confira a resenha completa aqui.

BULLET BANE – PONTO

Mudanças são sempre bem vindas e o Bullet Bane maneja uma transição extremamente positiva. Como disse antes, é difícil uma banda que faz esse tipo de som, em português, me agradar como o Ponto me agradou. Eles certamente são o cargo chefe do hardcore brasileiro atualmente. Temos em 30 minutos um dos melhores trabalhos nacionais de música pesada e um dos melhores trabalhos – certamente para mim – do quinteto paulista.

Confira a resenha completa aqui.

VERBAL RAZORS – BY THUNDER AND LIGHTNING

By Thunder And Lightning é um disco essencial para os fãs do estilo nesse ano, e pode ser um ótimo pedido para os que curtem a música consagrada pelo Big Four e bandas adjacentes. O Verbal Razors consegue destaque em um terreno que teve o seu ressurgimento com o disco Nightmare Logic do Power Trip em 2017, e abriu espaço para diversos atos entrarem e mostrarem serviço pedindo passagem para diversos fãs da música pesada.

Confira a resenha completa aqui.

CHIEF STATE – TOUGH LOVE

Com menos de 30 minutos, o Chief State maneja lançar um obra de pop punk quase perfeita. Em pleno 2020 eles podem fazer barulho, mas imagino se tivessem surgido na época que o gênero dominava o mundo seria gigantes. Demonstram uma maturidade equivalente à décadas de grupo. A nostalgia e a modernidade caminham explendorosamente lado a lado em Tough Love, sem se tornar repetitivo e datado. Um álbum essencial para todos que curtem o estilo… poderia ser maior, pena.

Confira a resenha completa aqui.

SKY VALLEY MISTRESS – FAITHLESS RITUAL

Uma verdadeira banda de rock britânico. Podemos dizer que essa galera de Lancashire são Stoner, mas não faz diferença tal informação. O certo é que indo na mesma jornada do Blues Pills, temos uma banda eficiente e que traz a energia setentista necessária em seu som para se aplaudir com gosto.Importante demais esse disco para as futuras gerações, principalmente por ter uma “frontwoman” tão badass.

Confira a resenha completa aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: