Rapidinhas: DED, Ice Nine Kills e Zetar

Por Lucas Santos

‘Rapidinhas The Rock Life’ é um novo quadro que surgiu para aumentar o apanhado da quantidade massiva de música que escutamos durante a semana. Cheguei a conclusão que só os Reviews por aqui não eram o suficiente e por isso criamos esse novo formato para, de forma breve, aumentar o nosso acervo musical e, claro, aumentar o número de dicas de música boa dentro do Metal e do Rock.

Além dos Reviews e Listas que saem diariamente, junto da ‘Banda Da Semana’, o ‘Rapidinhas The Rock Life’ vai cobrir outros lançamentos da semana* com informações reduzidas das bandas e álbuns. 

Todos os álbuns lançados em 15/10/2021


DED- School Of Though

Gravadora: Suretone Records
Gênero: Nu Metal/Metalcore
País: Estados Unidos

Depois de fazer bastante barulho com o seu debut Mis-An-Thrope de 2017, o DED foi apontando com uma das bandas mais importantes que lideraram a “nova era do nu metal”. 4 anos se passaram e, School Of Thought continua a mostrar as raízes que lideraram a banda no passado, mas também encontra o quarteto muito mais melódico e cantando sobre temas mais pessoais e atuais. O álbum causa menos impacto que a estreia mas indica que a banda tem muito mais a oferecer do que um genérico nu metal moderno.


Ice Nine Kills – The Silver Scream 2: Welcome To Horrorwood 

Gravadora: Fearless Records
Gênero: Heavy Metal
País: Estados Unidos

Um álbum conceitual dedicado a icônicos filmes de terror não foi o suficiente para o Ice Nine Kills. A segunda edição do álbum The Silver Scream de 2018, Welcome To Horrorwood é tão boa quanto a primeira, com um tema focadao em canções que envolvem o vocalista Spencer Charnas em um caso de assassinato fictício. Com a cena definida, cada faixa presta homenagem aos clássicos filmes de terros, usando referências líricas óbvias e sutis e trazendo convidados especiais.


Zetar – Devouring Darkness 

Gravadora: Independente
Gênero: Sci Fi Death/Black Metal
País: Estados Unidos, França e Equador

Zetar é uma banda de black/death metal com temas focados na ficção científica, com membros espalhados pelos Estados Unidos, França e Equador. Com um nome inspirado no “The Lights of Zetar”, 18º episódio da terceira temporada de Star Trek, a banda usa uma sonoridade bem old school, crua mas adicionando muitos sintetizadores que acabam trazendo a ambientações e sons grotescos que nos remetem diretamente aos episódios de Star Trek, a saga Star Wars ou até mais recente os jogos da franquia Mass Effect. Uma mistura bem incomum e de difícil digestão, mas interessante e bem construída.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: