16 Álbuns de Death Metal Lançados em 2022 Que Você Precisa Escutar

Por Lucas Santos – Matéria original Metal Injection

2022 viu um punhado de lançamentos de death metal verdadeiramente excelentes, mas hoje estamos focando em álbuns de estreia. Confira nossas escolhas para os 16 álbuns de estreia de death metal que você precisa ouvir hoje e seja destruído!

Confira a playlist no Spotify.


BOCC – DOLÇA MORT EN ELS LLIMS DEL REC COMTAL

O Bocc, de Barcelona, lançou um punhado de EPs e demos entre 2019 e 2022, culminando no fluxo constante de sujeira moral com o seu álbum de estreia, Dolça mort en els llims del Rec Comtal, em julho deste ano. Dolça mort en els llims del Rec Comtal também apresenta uma pertubadora obra de arte de capa de Narcís Boter Jaume.

CASTRATOR – DEFILED IN OBLIVION

O Castrator lançou uma demo e um EP em 2014 e 2015, ficou em silêncio por um tempo e agora está de volta com seu álbum de estréia Defiled In Oblivion. A banda também conta com veteranos do death metal (e membros fundadores) o baixista Robin Mazen do Gruesome e a baterista do Hypoxia, Carolina Perez.

CRYPTIC DISSOLUTION – MORBIFIC REMINISCENSES IN PHYSICAL FORMS

Morbific Reminiscences in Physical Forms é uma boa e velha laje de death metal oldschool. O tipo de death metal cuja tática para prejudicá-lo seria apenas pegar a pedra mais pesada disponível e jogá-la na sua cabeça. Bem, isso ou uma surra com um pau grande. Regresse ao seu “eu” primitivo com o Cryptic Dissolution.

THE EATING CAVE – INGURGITATE

The Eating Cave oferece um death metal que vai te devorar. Eles também foram aclamados por Ola Englund, do The Haunted, como “a morte tecnológica de primeira linha no seu melhor“, o que é um excelente endosso. Death metal gutural e repugnante, não se perca na caverna.

GUTVOID – DURANCE OF LIGHTLESS HORIZONS

Você não ouve Durance Of Lightless Horizons. Ele simplesmente vaza de seus alto-falantes como um lodo preto e corrói seus pisos até que você tenha uma visão clara do centro da Terra. Que deixe-me dizer-lhe, é ótimo no inverno. De qualquer forma, vá ouvir Gutvoid e se liquefazer.

HUMAN CORPSE ABUSE – XENOVISCERUM

Human Corpse Abuse é o projeto de Shelby Lermo (Vastum, Ulthar), com o seu álbum de estreia Xenoviscerum, junto com o baterista Adam Jarvis (Pig Destroyer, Misery Index, Lock Up). Quero dizer, são membros do Ulthar e Pig Destroyer fazendo death metal. Vai transformá-lo em uma névoa sangrenta. Xenoviscerum foi lançado em outubro.

MAUL – SERAPHIC PUNISHMENT

Maul vêm da Dakota do Norte, lugar de outras bandas dessa lista, o que levanta a próxima pergunta lógica – o que diabos está acontecendo em Dakota do Norte? A estreia do Maul, Seraphic Punishment, sai do túmulo com a única intenção de rasgar seu corpo ao meio com as próprias mãos e depois deixá-lo secar.

MISCREANCE – CONVERGENCE

Miscreance, anteriormente chamada de Atomic Massacre, existe há quase uma década antes do lançamento de seu debut Convergence. Se você já se perguntou como seria o death metal progressivo dos anos 90 se tivesse surgido durante o fascínio cósmico do death metal moderno, aqui está.

PHOBOPHILIC – ENVELOPING ABSURDITY

Desde o seu EP Undimensioned Identities em 2019, era notável que o Phobophilic tinha algo especial. Seu álbum de estreia, Enveloping Absurdity, confirma isso com todas as suas passagens de inclinação, melodias dignas de Schuldiner e peso que distorce a realidade.

REEKING AURA – BLOOD & BONEMEAL

Reeking Aura é quatro quintos da banda de grindcore de Long Island Buckshot Facelift (incluindo o ex-vocalista do Artificial Brain, Will Smith) ao lado do guitarrista Ryan Lipynsky (Serpentine Path) e do baterista Sam Shereck do Stabbed. Sangue e farinha de ossos serão a única coisa que restará de você depois de ouvir isso… e isso ainda pode ser demais.

SENDIMENTUM – SUPPURATION MORPHOGÉNÉSIAQUE

Depois de duas demos e dois splits com o Total Isolation e seus companheiros de lista Phobophilic, os britânicos do Sedimentum lançou seu debut Suppuration morphogénésiaque. A banda foi educada o suficiente para mostrar como você ficará depois de ouvir através da arte criada por Brad Moore.

STATIC ABYSS – LABYRINTH OF VEINS

Os membros do Autopsy, Greg Wilkinson e Chris Reifert, formaram uma banda nova e mais lenta chamada Static Abyss, que Reifert disse ter como objetivo “explorar os ecos da insanidade manifestada através da existência humana“. Também causará um caso muito sério de laranjas invisíveis e headbanging de corpo inteiro.

SUBLATION – THE PATH TO BEDLAM

Sublation é sua nova dupla favorita de death metal. Vindo da Filadélfia, acho que The Path To Bedlam é o primeiro e último álbum do Sublation como uma banda relativamente desconhecida. Este é um death metal perfeitamente executado que abrange tudo, desde o melódico e técnico, até o absolutamente destrutivo.

TRIBAL GAZE – THE NINE CHOIRS

Há uma tonelada de excelente death metal vindo do Texas, e o Tribal Gaze está definitivamente no topo da pilha. O Tribal Gaze lançou o seu debut The Nine Choirs em setembro. Tem riffs em abundância e calor suficiente para quebrar alguns recordes texanos.

TZOMPNATLI – TLAZCALTILIZTLI

Tzompantli, a banda liderada pelo guitarrista do Xibalba, Brian Ortiz, e o misterioso G-Bone, recebeu o nome de um rack usado para exibir crânios humanos em antigas civilizações mesoamericanas. Agora eles são um grupo de morte que vai transformar seu crânio em uma pasta fina e espalhá-lo no concreto.

VACUOUS – DREAMS OF DYSPHORIA

A banda londrina de death metal, Vacuous lançou Dreams of Dysphoria em outubro e não tem como não colocar a banda no mapa do mundo. Dreams of Dysphoria tem uma produção massivamente cavernosa com excelente clareza e toneladas de mudanças estilísticas entrelaçadas em uma tapeçaria horrível e sangrenta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s