Review: Crazy Lixx – Street Lethal

Por Lucas Santos

Street Lethal, sétimo lançamento da banda em quase 20 anos de carreira continua a carregar a chama do hard rock oitentista em sua essência. Cheios de refrões enormes, ganchos e riffs memoráveis ​​e solos de guitarra melosos, os fãs da banda ficarão mais uma vez encantados com o que é oferecido aqui. A produção massiva é cortesia de Danny Rexon, que com Tobias Lindell (H.E.A.T, Europe, Hardcore Superstar etc.) lidando com a mistura, oferece uma produção grandiosa como é de costume do grupo.

Lucas Santos

Confira mais Rock em 2021:
Blacktop Mojo – Blacktop Mojo
Cruzh – Tropical Thunder
Blackberry Smoke – You Hear Georgia
Ressurection Kings – Skygazer
Mammoth WVH – Mammoth WVH

Gravadora: Frontiers
Data de lançamento: 5/11/2021

Gênero: Hard Rock
País: Suécia


Álbum após álbum, os hard rock suecos do Crazy Lixx têm continuamente gravado na pedra sua reputação como verdadeiros líderes do renascimento do hard rock dos anos 80 liderado pela escandinávia. Desde o lançamento do Ruff Justice (2017) e com a sua continuação invejável em Forever Wild (2019), simplesmente não existe nenhuma banda que consiga entregar o hard rock melódico com pitadas de AOR que o quinteto se propõe. Eles rapidamente se tornaram a minha banda favorita de hard moderno, fazendo com que Street Lethal fosse muito aguardado.

Street Lethal, sétimo lançamento da banda em quase 20 anos de carreira continua a carregar a chama do hard rock oitentista em sua essência. Cheios de refrões enormes, ganchos e riffs memoráveis ​​e solos de guitarra melosos, os fãs da banda ficarão mais uma vez encantados com o que é oferecido aqui. A produção massiva é cortesia de Danny Rexon, que com Tobias Lindell (H.E.A.T, Europe, Hardcore Superstar etc.) lidando com a mistura, oferece uma produção grandiosa como é de costume do grupo.

Músicas como Rise Above, One Fire-One Goal entregam toda a energia e aquela vontade de festejar que uma boa música de hard rock pode oferecer, Anthem For America e Reach Out têm uma presença mais forte dos teclados e trazem um ar de AOR mais nítida nas composições. Já Caught Between Rock N’ Roll e Thief In The Night dispõe de um ar mais épico, especialmente no trabalho das guitarras de Chrisse Olsson e Jens Lundgren. 

Com Street Lethal, o Crazy Lixx consegue um bom apanhado de diferentes abordagens dentro de um óbvio e empolgante hard rock. É um álbum confiante, elegante e cheio de paixão pela Sunset Strip. Aqui, a banda prova mais uma vez que a palavra “álbum ruim” não existe em seu vocabulário, e que ninguém faz o que eles fazem tão bem…

Mesmo que o impacto de Street Lethal não tenha sido tão forte em mim quanto os últimos trabalhos do Crazy Lixx, o trabalho final ainda é muito satisfatório. Se tiver que comparar com a sua discografia diria que ele me remete mais ao começo da banda, mas independente de onde você começou a escutá-los, tanto disco e banda são mais que recomendados para os amantes do “Hair/Glam/Hard Rock” dos anos 80. Não tem nada igual!

Nota final: 8/10

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: