Rapidinhas: Bloodred Houglass, Don Broco, Knife e Livløs

Por Lucas Santos

‘Rapidinhas The Rock Life’ é um novo quadro que surgiu para aumentar o apanhado da quantidade massiva de música que escutamos durante a semana. Cheguei a conclusão que só os Reviews por aqui não eram o suficiente e por isso criamos esse novo formato para, de forma breve, aumentar o nosso acervo musical e, claro, aumentar o número de dicas de música boa dentro do Metal e do Rock.

Além dos Reviews e Listas que saem diariamente, junto da ‘Banda Da Semana’, o ‘Rapidinhas The Rock Life’ vai cobrir outros lançamentos da semana* com informações reduzidas das bandas e álbuns. 

Todos os álbuns lançados em 22/10/2021


Bloodred Hourglass – Your Highness

Gravadora: Out Of Line Music
Gênero: Thrash/Death Metal
País: Finlândia

O Bloodred Houglass é uma banda que já está na ativa a bastante tempo. Apesar de ter conhecido a banda somente com o Godsend (2019), Your Highness é o seu quinto trabalho de estúdio, mas infelizmente o que menos e agradou. Ainda sim é um bom trabalho de uma ótima banda de thrash que flerta muito com o death metal, mas com qualidade inferior. Podemos encontrar momentos clássicos da banda ao longo das 10 faixas do álbum, porém algumas experimentações e riscos deixaram a desejar um pouco.


Don Broco – Amazing Things

Gravadora: Sharptone Records
Gênero: Rock/Pop Alternativo
País: Inglaterra

O quarteto inglês Don Broco passa longe do rock tradicional. Amazing Things é um álbum cheio de canções diferentes entre sim e que de alguma forma se encaixam perfeitamente no contexto geral. O quarto álbum da banda é tão variado e certamente tem muito pouco do que você espera. Os garotos de Bedford conseguiram juntar faixas que têm atitude, arrogância, sex appeal, groove, experimento e diversão, e fazem com que o seu som seja cada vez mais singular. Não é para todo mundo, mas não vai faltar recomendações e respeito pelas barreiras que a banda vem rompendo.


Knife – Knife

Gravadora: Dying Victims
Gênero: Thrash/Black Metal
País: Alemanha

O álbum auto intítulado e de estreia do Knife é uma mistura de Motorhead, Venom e Kreator. Rápido, sujo e macabro, mas ainda sim com uma produção bem limpa e moderna. Elementos dos primórdios do speed metal são bem claros, assim como as letras mais macabras do black metal. Essa mistura nem sempre da certo e nem sempre é do meu agrado, mas o debut do Knife é no ponto. Ótima vibe oldschool que merece a sua atenção.


Livløs – And Then There Were None

Gravadora: Napalm Records
Gênero: Death Metal Melódico
País: Noruega

Apesar de se categorizarem como death metal melódico, o segundo álbum da incrível banda norueguesa Livløs traz muito mais uma sonoridade do death metal oldschool com bastante groove, vocais e guitarras cruas do que necessariamente melodias limpas. Da incrível arte de capa até os 40 minutos de pura tensão e vibe mortal, And Then There Were None é um trabalho indispensável para os amantes do gênero, assim como a banda Livløs.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: