Review: Carcass – Torn Arteries

Por John Doliver (Debaixo do Chao)

Confira mais Metal em 2021:
Edu Falaschi – Vera Cruz
Beartooth – Below
Powerwolf – The Call Of The Wild
Turnstile – Glow On
Jinjer – Wallflowers

Até a abertura dissonante e pesada da faixa título até para o encerramento épico da decima faixa, são quase 50 minutos só de entretenimento agressivo e bangueante que carregam muito bem de forma impressionante.”

John Doliver

Gravadora: Nuclear Blast
Data de lançamento: 17/09/2021

Gênero: Death Metal
País: Inglaterra


Carcass é uma banda de Metal Extremo formada na Inglaterra em 1985 pelo guitarrista Bill Steer (ex membro do Napalm Death) e o baixista e vocalista Jeff Walker, que são os únicos membros presentes com mudanças constantes de baterista e segundo guitarrista. É uma banda importante dentro do Grindcore por ser uma das primeiras a lançar discos do estilo junto com o Napalm Death, ao mesmo tempo criando sem querer o nojento e NSW Goregrind. Mas mais reconhecidos e lembrados como uma banda importante no desenvolvimento do Death Metal Melódico a partir do álbum Heartwork (1993) junto da banda At The Gates.

Carcass é uma banda bem única e que sou muito fã por conta do seu terceiro álbum de estúdio Necroticism Descanting the Insalubrious (1991) que é uma pérola obrigatória do Death Metal e um dos top álbuns da minha vida. Se passaram 8 anos desde que o Carcass lançou o Surgical Steel (2013), que até hoje é citado por muitos como um dos álbuns de Metal mais importantes da última década. E em 2021 eles voltaram com mais uma obra de arte que me agradou bastante!

Esse texto é apenas um resumo do que eu abordei no meu vídeo, então assistam ele completo.

O álbum não decepciona, na verdade, para mim que estava aguardando esse lançamento fazem 5 anos, ele superou minhas expectativas. O estilo é Death Metal, mas eu não vejo como Melo Death do Heartwork ou Surgical Steel, um pouco claro, o Carcass nunca deixará de trazer belas melodias casadas e solos de chorar, mas esse é um disco que me fez ficar apaixonado por ir mais na pegada do Necrotism, ao ser menos melódico. Até a abertura dissonante e pesada da faixa título até para o encerramento épico da decima faixa, são quase 50 minutos só de entretenimento agressivo e bangueante que carregam muito bem de forma impressionante. Destaque pra faixa de 9 minutos Flesh Ripping Sonic Torment Limited que acho um dos pontos mais altos de toda a carreira do Carcass. Sim, considerando o quão técnico e criativo é o Necrotism. As levadas estão bem inspiradas com influencias do Death ‘N’ Roll lá do Swansong de 1996, é difícil você não sentir vontade bater cabeça, fazer air guitar ou ficar boquiaberto.

É um disco pesado com uma ótima produção, acaba lembrando um pouco a do Surgical Steel mas talvez soando um pouco mais fechada comparado à sonoridade espinhuda e metálica como as ferramentas cirurgicas na capa do álbum de 2013. Mas, eu que não sou ouvi tanto o Surgical Steel, não me incomodei tanto com isso, acaba que eu interpreto como um jeito de não soar tão Melodeath, já que o caminho do disco acaba tendo menos melodias. Se você já é fã do último álbum desde 2013 ou mais, talvez você possa ficar um pouco decepcionado, esperando uma produção mais diferente, mas ainda assim ela está ótima e bem moderna. Todos os instrumentos soam claros nesse som agressivo e fazem valer a pena cada gancho pesado dos grooves gerados.

É um grande lançamento em 2021, para mim é um presente que aprecia muito o trabalho dessa dupla criativa. O ano ainda não acabou, mas ouso em dizer que é até então o melhor álbum de Metal de 2021, pra mim já se tornou um clássico da banda pra mim e uma lembrança muito importante e alegre que irei guardar daqui alguns anos quando falarem do ano maldito e isolado que foi esse 2021. Se você é fã de Death Metal, pare tudo o que está fazendo e dê play nesse disco! E se você nunca ouviu Carcass, esse álbum é ótimo começo pra te fazer sentir interesse nas outras obras da discografia.

Nota final: 9/10

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: