Review: Evile – Hell Unleashed

Por André Alonso (Metal Junkbox)

Tudo aqui soa como se o fim do Mundo se aproximasse a cada segundo. Alguns poderão dizer que o álbum é todo muito igual, direto e reto. Sim, as nove faixas seguem a mesma trilha, uma se encaixando na outra como um comboio da morte, mas e daí?! O que importa é que é uma pancadaria divertida que nos remete ao melhor do Thrash dos anos 80.

André Alonso

Confira mais Metal em 2021:
Todd Lat Torre – Rejoice In The Suffering
Accept – Too Mean To Die
Nervosa – Perpetual Chaos
Gatecreeper – An Unexpected Reality
ERRA – ERRA

Gravadora: Napalm Records
Data de lançamento: 30/4/2021

Gênero: Thrash Metal
País: Inglaterra

Dentre muitos estilos do Metal que estão “ressurgindo” nos últimos anos, o Thrash Metal, principalmente na Europa, é um dos que mais merece destaque. São muitas bandas que ultilizam a modernidade sonora misturada no som sujo, rápido e agressivo que tomou corpo nos anos 80 na California e na Europa (principalmente na Alemanha e na Inglaterra). Um desses nomes que carrega esse “movimento” é o Evile, banda formada em Huddersfield na Inglaterra em meados de 2004.

Hell Unleashed é o quinto álbum da banda Britânica Evile, que foi lançado dia 30 de Abril e deixa claro que a banda voltou, e desta vez para ficar. Após o ótimo álbum Skull (2013) e um intervalo de oito anos , eis que a banda volta com todo o peso acumulado deste tempo e descarrega em pouco mais de 40 minutos toda a sua fúria. Hell Unleashed é o primeiro álbum a apresentar o guitarrista Adam Smith, que substituiu o vocalista e guitarrista Matt Drake, e o primeiro a apresentar o guitarrista Ol Drake, também nos vocais.

Abrindo mão dos flertes com o Hardcore, o Black Metal e o Groove Metal, os Britânicos nortearam sua sonoridade toda no Thrash Metal, como doses esmagadoras de crânio tanto amadas por todos nós, velocidade máxima, músicas intensas e agressivas e letras viscerais e nervosas. Tudo aqui soa como se o fim do Mundo se aproximasse a cada segundo. Alguns poderão dizer que o álbum é todo muito igual, direto e reto. Sim, as nove faixas seguem a mesma trilha, uma se encaixando na outra como um comboio da morte, mas e daí?! O que importa é que é uma pancadaria divertida que nos remete ao melhor do Thrash dos anos 80.

Durante a audição deste incrível álbum, por vezes parece que o Reign In Blood se encontrou com o Seasons In The Abyss em pleno 2021. Músicas como Paralysed, que já chega chutando a porta na maldade, War of Atrrition que é uma mochila de cimento de primeira linha, Control From Above, e a ótima cover Zombie Apocalypse do Mortician se destacam no quinto trabalho de estúdio dos britânicos. O tão mencionado, às vezes erroniamente, “mais do mesmo” é muito bem vindo aqui.

No fim do dia, Hell Unleashed não deixa de ser um museu de grandes novidades, não existe nada de novo, mas tudo aqui soa divertido e cativa qualquer fã de Thrash Metal. Uma linha que muitas outras bandas do estilo seguiram nos últimos 2 anos e foram registradas por aqui, caso do Demolizer, Cryptosis e Havok, apenas para citar alguns exemplos. Vida longa ao Evile, e que não passem mais 8 anos nos enrolando.

Nota final: 8/10

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: