Rapidinhas The Rock Life: White Magician, The Dirty Knobs e BEarings

Por Lucas Santos

Rapidinhas The Rock Life’ é um novo quadro que surgiu para aumentar o apanhado da quantidade massiva de música que escutamos durante a semana. Cheguei a conclusão que só os Reviews por aqui não eram o suficiente e por isso criamos esse novo formato para, de forma breve, aumentar o nosso acervo musical e, claro, aumentar o número de dicas de música boa dentro do Metal e do Rock.

Além dos Reviews e Listas que saem diariamente, junto da ‘Banda Da Semana’, o ‘Rapidinhas The Rock Life’ vai cobrir outros lançamentos da semana com informações reduzidas das bandas e álbuns. Confira os álbuns que separamos essa semana. Tem projeto novo de um guitarrista renomado, mais um ótimo lançamento de pop punk no ano e uma nova banda que mescla sonoridades setentistas e metal moderno. Confira.

White Magician – Dealers Of Divinity

O que o White Magician tenta fazer no seu debut, Dealers Of Divinity, é injetar vida em um estilo que mescla a mística do início do Blue Oyster Cult e Iron Maiden moderno. O que isso significa são canções sobre magia e ocultismo estendidas com amplas seções instrumentais com solos de guitarra em várias camadas. Uma grande ideia que não foi executada a sua perfeição, porém a banda de Detroit pode agradar com as boas canções Mad Magic II: In The Absence Of Gods (Bad Magic) e e Fading Into The Obscurity Of Ages. Ouça aqui.

The Dirty Knobs – Wreckless Abandon

Wreckless Abandon é o debut do novo projeto do guitarrista Mike Campbell, que já tocou com inúmeros artistas (Bob Dylan, Tom Petty, Stevie Nicks). The Dirty Knobs se aproxima muito do que o guitarrista fez com Tom Petty, um rock n’ roll cru, com pitadas de blues e shouthern rock. 13 faixas de qualidade altíssimas que vão nos remeter e trazer nostalgia do rock nos tempos antigos. Ouça aqui.

Bearings – Hello, It’s You

O segundo álbum de estúdio da jovem banda canadense, Bearings, é uma coleção de 30 minutos do mais “gostosinho” pop punk, com músicas alegres, energéticas e bem melódicas. Apesar de não entregar nada incrível, é um salto bem grande em relação ao seu debut, tanto na produção quanto nas composições mais sólidas e redondas. Hello, It’s You é mais um bom lançamento do estilo em 2020. Ouça aqui.

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: