Iron Reagan

Por Lucas Santos

Bem vindo à mais uma categoria de conteúdo disponibilizado pela The Rock Life pra você, amante da boa música, mais precisamente do rock e metal.

Toda semana iremos indicar bandas, digamos, desconhecidas no grande cenário e pouco mencionadas nacionalmente. A ideia é apenas espalhar o som de bandas diferentes, “novas” e que não tiveram espaço aqui. Tentaremos focar naquelas que tiveram álbuns que não foram resenhados ainda. Do rock clássico ao metal extremo, aqui vale de tudo. Traremos uma beve explicação da banda e álbuns essenciais da discografia, sem muita aprofundação, o conceito do “Banda da Semana” é apenas disponibilizar novos nomes a vocês. Aproveitem.

QUEM SÃO?

Achei pertinente depois de mercionarmos o Power Trip no post da semana passada, dar sequência com a minha segunda banda favorita do gênero crossover/thrash. Iron Reagan é um supergrupo de Richmond, Virginia. Composto pelo vocalista Tony Foresta e baixista Phil “LandPhil” Hall, membros de talvez um dos maiores nomes do estilo, o Municipal Waste. Completam a banda o guitarrista Mark Bronzino, o baterita Ryan Parrish e o baixista Rob Skotis (que recentemente saiu da banda devido à acusações de condutas sexuais ilegais). Desde a sua formação em 2012, eles lançaram três álbuns completos, um EP, além de dois EPs splits.

POR QUE VOCÊ DEVE ESCUTAR?

Iron Reagan leva toda a diversão da sonoridade do Municipal Waste em um nível de maior competência. Há claro, muita semelhanças entre as bandas, ainda mais por contar com dois membros fundamentais em sua estrutura. Porém, acredito que eles usam dos “erros” cometidos anteriormente para executar um crossover mais consistente e de qualidade. Obviamente, se você gosta do gênero, é uma banda indispensável na sua audição, mas, se o crossover é algo que você tem interesse em explorar, recomendo demais o Iron Reagan como uma ponte de entrada.

QUAL ÁLBUM VOCÊ DEVE ESCUTAR?

O segundo álbum de estúdio é o supra sumo do crossover da década. The Tyranny of Will (2014) possui 25 faixas que são executadas em menos de 35 minutos. A ferocidade cômica de Misarable Failure, Your Kid’s An Asshole, Four More Years e I Won’t Go mostram o porque da escolha.

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: