Albuns do Mês – Janeiro

Por Lucas Santos

2020 começou bem. Os lançamentos mais pesados dominaram a lista de Janeiro,l porém os proximos meses estão fartos e a ansiedade já bate para alguns álbuns importantes que estão por vir.

Thrash, power, progressivo e metalcore dão o tom dos primeiros 31 dias do ano. Arrasta pra baixo e confira o que de melhor rolou em Janeiro..

Confira outros meses:
Julho
Junho
Maio
Abril

SERENITY – THE LAST KNIGHT

O Power Metal melódico vem sendo muito bem representado pelo Serenity. Aqui, as orquestrações impressionantes, riffs robustos, solos de guitarra melódicos habilmente tocados e outra excelente performance vocal de Georg Neuhauser fazem de The Last Knight outro lançamento digno de aplauso da banda austríaca. Eles parecem ter achado uma fórmula de sucesso que vem sendo muito bem aproveitada.

Confira a resenha completa aqui.

SURGICAL STRIKE – PART OF A SICK WORLD

Depois de quase duas décadas, o Surgical Strike voltou do nada e entregou um material que se equipara aos grandes clássicos modernos do thrash metal. É realmente difícil destacar alguma individualidade em todo o disco, a banda funciona como banda e o resultado final é uma maravilha. Uma surpresa agradável e já de cara um álbum de thrash que dificilmente encontrará concorrentes a altura durante o ano de 2020. Um álbum pra ficar no repeat a semana toda.

Confira a resenha completa aqui.

SONS OF APOLO – MMXX

MMXX tira de vez a maldição do supergrupo e premeia o trabalho árduo e honesto do Sons Of Apollo, talvez a melhor banda atual com essa denominação. O trabalho em grupo fez toda a diferença e sentimos uma naturalidade quase que única nas composições ao longo do disco. Um ótimo momento para o metal progressivo que começa com o pé direito em 2020.

Confira a resenha completa aqui.

SAVAGE HANDS – THE TRUTH IN YOUR EYES

The Truth In Your Eyes é cheio de momentos especiais, cada uma das 11 faixas tem algo memorável. O disco te prende logo na primeira faixa e a caminhada até o final é fácil e agradável, te fazendo querer a repetição instantânea. O Savage Hands não inventou a roda, mas poliu uma roda que vai estar no mercado competindo de igual para igual com as mais veteranas. Uma banda jovem com muita paixão e com muito o que falar. O metalcore tem um destaque importante já no começo de 2020. Excelente disco de estreia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: