Review: Inculter – Fatal Visions

Contando com tudo que é necessário para um bom álbum do gênero: a bateria arraigada, os riffs rápido, baixo marcante, e vocais raivosos e estridentes.

Lucas Santos

Gravadora: Edge Circle Productions
Data de lançamento: 12/04/2019

A banda norueguesa Inculter foi formada na cidade de Fusa durante o ano de 2012. Com 2 EPs e um album lançado em 2017, Fatal Visions é o novo trabalho da banda, com a missão de manter as tradições da época clássica do estilo, tanto lírica como sonoramente.

Contando com tudo que é necessário para um bom álbum do gênero: a bateria arraigada, os riffs rápido, baixo marcante, e vocais raivosos e estridentes. Os fãs do estilo vão se deliciar ao longo dos 35 minutos. A faixa de abertura Open The Tombs já nos diz tudo o que precisamos saber e aguardar sobre o álbum. O quarteto norueguês tem todas as qualidades essenciais que procuramos quando vamos escutar esse tipo de música.

Fatal Visions flerta várias vezes com o Black e Death Metal. Pode ser pela maneira de Remi de cantar, ou pelas atmosferas criadas como Impending Doom ou em Endtime Winds. Mas a velocidade e agressividade se destacam, e te puxam de volta para a realidade de que o álbum é sim, uma aula de Thrash. Tudo termina Through Relic Gates, a melhor faixa do álbum, nos deixando com um gosto imenso de quero mais, o que deixa a repetição ainda mais óbvia e quase que inevitável. Você tem que ouvir denovo, e denovo e denovo…

Não sei se a produção tenta imitar a era de ouro do Thrash nos anos 80, onde o gênero sofria por algo mais profissional e robusto, ou se é deficiente mesmo. Em 2019, era de se esperar algo mais desenvolvido e limpo. Em diversos momentos nas faixas fica tudo muito confuso e sujo, não sabemos distinguir os intrumentos. Alguns podem preferir, alegando ser algo mais puro e cru, mas convenhamos que hoje em dia uma boa produção é essencial.

Fatal Visions não é um ábum pra se ouvir se você procura originalidade ou algo de novo na sonoridade. Mas é um dos mais puros trabalhos de Thrash Metal que você pode encontrar por aí e o melhor álbum do gênero no ano até então.

Nota final: 8,5/10

Confira mais links:

Facebook |BandcampDeezer 

um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: