Review: Exxocet – Mighty Jungle

Possuindo todo aquele som clássico da Sunset Strip, com guitarras cheias de reverb, solos extravagantes e refrões grudentos, juntamente com os looks da época de ouro do Glam Metal, somos levados diretamente aos anos 80.

Lucas Santos

Gravadora: Exxocet Records
Data de Lançamento: 29/03/2019

Exxocet é talvez a primeira banda chilena que eu lembre de ter escutado na vida. Diretamente das ruas de Santiago, Mighty Jungle foi lançado pela própria gravadora da banda, a Exxocet Records.

Se formos comparar com a cena atual, Exxocet é uma mistura de Reckless Love e Crazy Lixx, porém, a banda chilena se ressalta por possuir um som mais pesado, com uma pegada mais Heavy Metal comparada com as duas. Possuindo todo aquele som clássico da Sunset Strip, com guitarras cheias de reverb, solos extravagantes e refrões grudentos, juntamente com os looks da época de ouro do Glam Metal, somos levados diretamente aos anos 80.

Seguindo a própria declaração no Spotify, Mighty Jungle é “inspirado nas culturas latino-americanas, sons, elementos rítmicos e o poder da cultura e música latino-americana, e mistura com a energia clássica do hard rock.” E percebemos isso logo nas duas primeiras faixas Enter the Jungle, que serve de intro para a incrível e épica Cannibal Carnival. Esta sem dúvidas é a melhor faixa que eu escutei esse ano até agora. A faixa título Mighty Jungle tem uma melodia cativante e um refrão grudento assim como Night & Day. Tal Pra Cual é a única música cantada em espanhol no álbum, uma bela homenagem a língua materna da banda e uma excelente música.Goodbye I Say My Love é a balada do álbum. Alías qual banda de hard rock que fez sucesso sem uma balada? Indispensável.

Não sendo familiar com o primeiro álbum deles, Rock and Roll Under Attack, eu mergulhei em Mighty Jungle, e antes que percebesse, foi tudo que eu consegui escutar durante a semana toda, repetidamente. Estava no final de cada música amando cada nota. Ao longo das 10 faixas nos deparamos com elementos que beiram a perfeição: produção, melodia, composições, atmosfera, tudo é melhor que o primeiro álbum. Um salto de qualidade gigantesco.

Indiscutivelmente eu não sabia o que esperar de Mighty Jungle. A minha surpresa ao apertar o play ainda é incalculável. Certamente que até o presente momento, o quinteto chileno é minha maior supresa do ano de 2019. Uma audição obrigatória para os fãs de Hard Rock. E para aqueles que buscam uma mistura diferente para esse estilo, um prato cheio. Viva Chile!

Nota Final: 9/10

6 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: