Review: Children of Bodom – Hexed

“…esse é o melhor trabalho do Children of Bodom nos últimos 10 anos e mostra o por que, no quesito death metal melódico, o quinteto finlandês é soberano.”

A banda de metal finlandês Children of Bodom lançou em Março de 2019 o seu 10º álbum de estúdio Hexed, o primeiro em aproximadamente quatro anos após o I Worship Chaos de 2015. Ter levado algum tempo para se reunir e se concentrar em uma um novo trabalho se mostrou valioso. Este álbum é uma verdadeira revitalização do grupo. Como resultado, é mais rítmico e tecnicamente baseado do que os trabalhos anteriores, algo que não surpreende, muito pelo fato de COB se tratar da banda de death metal melódico mais técnica no cenário.

Liderados pelo guitar hero Alexi Laiho, Hexed peca no quesito ambição. Ao longo das 11 faixas temos a repetida sensação de que nada de novo está sendo tocado, todos nós sabemos o quão rápido, melódico, técnico e musicalmente funcional cada integrante pode ser, combinado com riffs raivosos, brutais e enérgicos, bateria pesada e rápida e os teclados que sempre trouxeram um algo a mais diferencial a banda, porém, apesar de faltar ambição, sobra competência e o “mais do mesmo” funciona absurdamente bem. A faixa de abertura, This Road, tem uma energia empolgante e um belo riff pré-refrão melódico. Under Grass and Clover tem uma harmonia agradável por todo o seu segmento.

A faixa-título apresenta uma melodia absolutamente deliciosa com guitarras e teclado tocando em uma belíssima harmonia, carregada com excelente conteúdo intenso e melódico assim como Glass Houses e Soon Departed. Knuckleduster é a música que mais me remete ao COB das antigas, o trabalho do teclado é muito relevante e destaque nessa faixa. O ponto alto do álbum é Platitudes and Barren Words, uma faixa que apresenta a melhor performance musical do álbum, tonalidade forte, dinâmica e energética.

Tudo mais funciona. Os vocais de Laiho são mais fortes do que nunca; ele tem um estilo de vocal que você realmente não ouve em nenhuma outra banda. A produção é de alto nível e, como resultado, o registro é sonoramente robusto. Todos os ingredientes para um álbum incrível estão aqui, o que torna decepcionante a falta de faixas memoráveis mas esse é o melhor trabalho do COB nos últimos 10 anos e mostra o por que, no quesito Death Metal melódico, o quinteto finlandês é soberano. Hexed é até o presente momento um do grandes lançamentos do recente ano de 2019, fãs de longa data vão se deliciar, aos mais desconhecidos, uma ótima porta de entrada para quem se interessar no aprofundamento pelo gênero.

Gravadora: Nuclear Blast
Data de Lançamento: 08/03/2019

Nota final: 7/10


3 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: